17
Agosto de 2017
Quinta Feira

NUMERÓLOGO DIZ QUE MUDA O BRASIL EM UMA GERAÇÃO

Publicado por admin On julho - 29 - 2010

 

Felipe Porto

Apenas acrescentando uma ou mais letras entre H, Q ou Z no nome das pessoas, a partir da maior quantidade possível de crianças nascidas, além de oficializar o Z no nome do Brasil, numerólogo diz ser possível espantar o fantasma do “carma” da instabilidade financeira cíclica e histórica, a miséria e a pobreza do País.

A Numerologia analisa as qualidades das pessoas através das letras contidas no nome de nascimento. Do resultado geral, chega-se ao Número Pessoal, que revela a personalidade, profissões ideais, tendências positivas e negativas, destino e outros aspectos. Já pela AUSÊNCIA DE LETRAS pode-se conhecer as chamadas Lições Cármicas, que seriam indícios de resgates de vidas passadas. Representam as dificuldades, provações e aprendizados que teríamos que enfrentar na vida atual, partindo do pressuposto que estes problemas decorrem dos erros cometidos em encarnações pregressas.

Cada povo, de cada país, conforme suas raízes ancestrais e língua (leia-se letras a mais ou menos utilizadas nos nomes), possui características predominantes nas Lições Cármicas. No Brasil, é marcante a falta das letras H, Q e Z no nome das pessoas, sendo que todas valem 8 conforme a Numerologia Pitagórica (aliás, além de físico, matemático, astrônomo, etc., Pitágoras era um místico, astrólogo e numerólogo, tendo criado a religião denominada Pitagorismo). O 8 está associado ao poder e riqueza. Carente na maioria da população, conclui-se que nosso País seria uma espécie de “depósito de reencarnações de pessoas que em vidas anteriores tiveram muito poder e dinheiro, mas usufruíram disso de forma errada, ou gastando excessivamente, alimentando vaidades, egoísmo, avareza, entre outros defeitos de caráter manifestados no lidar com o dinheiro“.

Como exemplo prático, verificamos que países como o Japão, Estados Unidos e principalmente os de língua árabe, onde as letras H, Q e Z são muito comuns na escrita e nos nomes, suas populações são reconhecidamente obstinadas no trabalho, dedicação aos objetivos, conquistando com facilidade a estabilidade material e não raro a riqueza. Basta dizer que qualquer estrangeiro de origem oriental ou árabe, chegando ao Brasil ‘com uma mão na frente outra atrás’, em poucos anos constrói patrimônio. Não conheço um descendente de estrangeiro que viva na favela. Veja as listas de aprovados em vestibulares e confira, para resumir“, prossegue.

Ao longo de 30 anos de pesquisas e práticas ligadas à Numerologia, Astrologia, Tarot e outras especialidades ligadas à Magia e Esoterismo, o jornalista, escritor e terapeuta Felipe Porto pode verificar, em mais de – estima – 600 mil análises computadorizadas efetuadas em Shoppings e eventos por todo Brasil, que cerca de 80 a 90 por cento das pessoas de origem “brasileira” não possuem as letras H, Q ou Z no nome. Por isso seríamos uma nação de pessoas “carentes materialmente, sempre buscando e quase nunca alcançando a estabilidade material, com tanta pobreza, constantes planos governamentais para complicar a vida financeira e até mesmo explica nossos recordes mundiais de cheques-sem-fundos e calotes, e, a reboque, a criminalidade, entre outras tantas mazelas nacionais“, explica o numerólogo.

Dessa experiência direta pesquisando o que considera “um perfil muito representativo da sociedade brasileira“, criou num de seus diversos programas de computador a chamada Lição Cármica Número 8, que é impressa ou enviada via e-mail para aquelas pessoas cujo nome não possuem as letras H, Q ou Z. Eis o que diz a resposta, quando as letras H, Q ou Z não são encontradas no nome do consulente:

LIÇÃO CÁRMICA NÚMERO 8 ( AUSÊNCIA DAS LETRAS H-Q-Z )

PASSADO – Em vida anterior, Você fez mau uso do poder e do dinheiro. Viveu com muito luxo e riqueza, além de influência sobre as pessoas, mas usufruiu disso tudo com imprudência, gastando excessivamente ou com extrema avareza. Foi autoritário e insensível, usando sua riqueza para a ostentação, alimentando vaidades, opressão aos outros, avareza, entre outros erros cometidos no lidar com o dinheiro.

PRESENTE – Na vida atual, “status”, poder e saúde não serão facilmente obtidos. As responsabilidades de natureza material o dominarão. O tema “dinheiro” será de constante preocupação. Você deverá agora aprender a manter tudo o que o rodeia em perfeito equilíbrio e harmonia, em meio a freqüentes instabilidades. Terá que aprender a dominar suas vontades em vez de ser escravo delas. Tem tendências a desejar e adquirir coisas em excesso, muitas vezes inúteis ou que não dará o aproveitamento devido.

A vida lhe dará várias chances de ganhar dinheiro, mas esteja atento, pois serão testes à sua capacidade de evitar a vaidade, o orgulho e o egoísmo. Sem humildade e desprendimento, tem tudo para viver permanentemente em altos e baixos de dinheiro. Evite as dívidas, pois corre grande risco de ter sérios problemas financeiros. Este é o carma de ter que aprender a lidar e conhecer o verdadeiro sentido do dinheiro, pois na vida passada Você teve muito, mas usou-o de forma errada, com ostentação, orgulho e abuso de poder.

Como na vida passada se excedeu também com a força que o dinheiro proporciona, deve aprender nesta vida a dominar a aversão ao senso de autoridade, lei e justiça, enquadrando-se e buscando cumprir as regras e normas estabelecidas, caso contrário terá sempre a impressão de que o ‘sistema’ existe somente para lhe perseguir e prejudicar.

Cromoterapia : Opala ( Cor ) e Rosa
Nota Musical : Dó Maior”

Felipe Porto garante que a Numerologia tem o poder e a capacidade de mudar essa dificuldade existente na maioria da população brasileira, e em apenas uma geração, bastando que, de agora em diante, todas as crianças nascidas tenham no nome, pelo uma das letras H, Q ou Z, mais de uma delas ou até mesmo todas, se fosse possível. Para completar, até o nome do Brasil, que não tem essas letras que “trazem sorte com dinheiro“, deveria ser mudado, ou melhor, “caso o Brasil aceitasse o padrão mundial que é sermos denominados de Brazil, isso mesmo, com Z no nome, quebrando essa tradição maléfica e dando um ritmo mais acelerado e dinâmico a todo país“, acrescenta.

O numerólogo cita um detalhe intrigante, para reforçar suas idéias: “o último Presidente que tinha uma dessas letras no nome, Emílio Garrastazu Médici, ficou na história como o pai do chamado ‘Milagre Brasileiro’, em 1971, quando crescemos a uma taxa anual de 11,8 por cento do PIB, algo realmente fantástico a nível mundial. Depois dele, veio João Batista de Oliveira Figueiredo – junto com Antônio Delfim Netto para completar – que não tinha essas letras. Foi o começo da nossa ruína financeira e estouro da escalada inflacionária que tornou os anos 80 a conhecida Década Perdida“.

Com a chamada ‘redemocratização’ viria Tancredo Neves, que acabou deixando a vaga para José de Ribamar Sarney, depois Fernando Affonso Collor de Mello e Itamar Franco. Note que nenhum deles tinha as letras H, Q ou Z no nome. O Brasil só foi afundando economicamente, chegando aos patamares de incríveis 80 por cento de inflação num único mês, fora os fracassados e desastrosos Planos Cruzado, Collor 1 e 2, Bresser e outros pacotes que botaram nossa economia na lona“, prossegue.

Depois de tantos desastres financeiros que levaram milhões de empresários e cidadãos à bancarrota, tinha que vir um Presidente com as letras ‘abençoadas’ no nome para consertar o estrago, logicamente não sem o gosto amargo do remédio, domando a inflação e estabelecendo uma moeda estável, o Real. Fernando Henrique Cardoso, com H e Q no nome, para garantir, veio consertar a bagunça herdada de vários Presidentes, os quais igualmente à maioria da população, também com Carmas 8, ou seja, decorrentes da ausência das letras de mesmo valor. Mera coincidência?“, pergunta Felipe Porto.

Outro detalhe é que depois da “consertada” promovida por FHC na economia brasileira, depois de décadas de descalabro, veio o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se não tinha no nome os “H” e “Q” do antecessor, pelo menos tem um “Z” no nome, o que explica – a seu ver – porque conseguiu manter o compromisso de, pelo menos, não estragar o que foi feito antes dele.

Com as eleições 2010 se aproximando, embora não nutra qualquer simpatia por qualquer coisa ligado ao petismo-lulismo, Felipe Porto destaca que, se depender apenas de seu conhecimento e da esperança que o atual ciclo de progresso estabilidade econômica seja mantido nos próximos anos, tem de reconhecer que a candidata Dilma Vana Rousseff Linhares tem pelo menos um “H” no nome, embora não use o sobrenome “mais precioso”, enquanto José Serra (que pelo jeito é só José Serra mesmo) não tem nenhuma delas.

Para finalizar, o numerólogo dá outro exemplo: “não é por acaso que miséria não tem H, Q ou Z e riqueza tem duas dessas letras. Pitágoras, na antiga Grécia, ao estabelecer as bases da Numerologia, já tinha observado que não se trata apenas de mero detalhe“, conclui.

================================================

Serviço:
Felipe Porto, 50 anos, é jornalista ( www.tribunabraziliana.com.br ), escritor, terapeuta, ativista de Direitos Humanos, astrólogo, tarólogo e numerólogo, com mais de 30 anos de atuação. No momento não dá mais consultas pessoais, tendo criado diversos softwares esotéricos, disponibilizando suas análises via Internet ( www.portaldf.com.br/onze ) , inclusive com uma grande variedade de consultas “on line” ( www.portaldf.com.br ) , realizando os eventos Brasília Mística & TecnoMagia em Shoppings por todo Brasil. É autor do livro “Bio-Ritmo: Leve a Vida, não Seja Levado por Ela” ( www.biociclos.com.br ), em cujo sistema baseia suas conhecidas previsões da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo desde 1990, sendo publicadas inúmeros jornais do país, além de dezenas de entrevistas a rádios e emissoras de TV ( boa parte disponíveis no Youtube). Seu Blog é  www.portaldf.com.br/felipeporto o e-mail é fporto@portaldf.com.br .

Bookmark and Share
Você pode deixar uma resposta, ou linkar para seu site.

Deixe uma resposta

Você deve logar para fazer um comentário.

Comentários Recentes

TRIBUNA BRAZILIANA Jornalismo com lucidez, realismo e independência CNPJ 06.090.494/0001-29 Fundador: Felipe Porto - Jornalista Profissional (Registros DRT-MS 029, DRT-DF 8.535, Diretor de Empresa Jornalística - DRT-MS 002) E-mail: tribunabraziliana@portaldf.com.br - Endereço: CRS 502, Bloco B, Loja 39-A - Asa Sul - Brasília / DF - CEP 70.330-520. Fones: (61) 3322-8060 e 3226-0003

Comentários Recentes

MEDIOCRIDADE NACIONAL É RECONHECIDA PELO MUNDO

Em fev-25-2011
Publicado por admin

PREVISÕES 2014 – ASTROLOGIA, NUMEROLOGIA E TARÔ

Em dez-31-2013
Publicado por admin

PREVISÕES 2011 – O BRASIL COM DILMA ROUSSEFF

Em dez-30-2010
Publicado por admin

BRASIL: O VAZIO INTELECTUAL DA HUMANIDADE…

Em ago-8-2010
Publicado por admin

BRASILEIROS E BRASILIANOS

Em jul-27-2010
Publicado por admin